Soluções do governo para enfrentar o desemprego

O desemprego no Brasil tem sido um cenário evidente há algum tempo e por isso, o Governo precisou desenvolver algumas ações capazes de amenizar e quem sabe, solucionar, a longo prazo, o cenário atual do mercado de trabalho.

De acordo com pesquisas populares, nem todos os brasileiros sabem dessas soluções e por isso, unimos alguns programas desenvolvidos pelo Governo para enfrentar o desemprego no país.

Jovem Aprendiz

O primeiro programa tem funcionado bastante e prova disso, são os anos que ele já está no ar. Estamos falando do programa de Aprendizado que visa qualificar os jovens dentro das empresas com um contrato de trabalho diferenciado: o Jovem Aprendiz. Essa proposta entrou em vigor há alguns anos e vem permitindo que jovens sem experiência conquistem o primeiro emprego e possam sair dele qualificados para o mercado de trabalho.

A proposta garante que grandes empresas destinem um determinado percentual de vagas para essa categoria de trabalhadores. É o caso do Jovem Aprendiz Correiosque ingressa na empresa mesmo com pouca experiência e recebe qualificação profissional, assim como uma remuneração condizente com a sua carga de trabalho, que não pode superar as 6 horas previstas, nem atrapalhar o planejamento escolar ou universitário.

Aprendiz Senac

Você sabia que o Senac é uma das maiores escolas técnicas do país? Diversos estudantes já se formaram nos mais diversos cursos e hoje atuam no mercado de trabalho. Isto porque, as unidades do Senac possuem o programa Senac Aprendiz, que garante um emprego provisório para que os estudante possam atuar em suas áreas.

Essa proposta funciona muito bem, pois, além de proporcionar conhecimento teórico para os estudantes da unidade, também garante uma remuneração equivalente ao serviço. Sendo assim, o programa proporcionado por escola do Sistema S, pode ser uma das soluções para o cenário de desemprego e os estudantes podem ingressar na instituição sem custo através do programa do Governo Novos Caminhos.

Prouni

Um outro programa que precisa ser mencionado como proposta de reversão do desemprego a longo prazo é o Programa Universidade Para Todos (PROUNI). Essa inciativa permite que estudantes da rede pública ou que concluíram o ensino médio na condição de bolsista integral, possam estudar em universidades privadas com bolsa de estudo de até 100%.

Para tanto, os estudantes precisam participar do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e obter uma pontuação equivalente com a nota de corte do curso escolhido. Os alunos aprovados podem alcançar bolsas parciais e integrais, dependendo de sua pontuação e da oferta da universidade escolhida.